quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Férias





comprei as passagens,
viagem ao centro de mim
Nessa historia sem fim
ficar sem pensar em você,
é tirar férias do meu próprio ser...




Brenowski

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Embriaguez








Para aqueles que acham que a melhor solução é parar de beber...

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

O centro de tudo...



Quem disse que o sol é o centro do universo, deveria rever seus conceitos...

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Já posso começar ver as impiedosas rachaduras.
Que começam a aparecer
abalando as estruturas.
Desmoronando o nosso sonho,
Tirando todo o meu sono.
Ameaçando acabar com todo império
Que um dia foi construído por mérito.

Já posso começar sentir o peso do seu silêncio.
Pesando sobre meus ombros,
Queimando feito um incêndio!
Amassando a minha alma,
Embrulhando-me por dentro!
Matando-me com calma,
em pequenas doses de veneno!

E o ar começa a faltar...
A vista começa a embaçar...

A vista.
É justamente a vista!!
Ou talvez a falta dela.
Que faz todo esse borrão
E que não me dá tréguas...

Brawlhó

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Noite Quente...


"Quando minha mão toca seu rosto macio
fico sereno, sinto uma energia emanada
os olhos se fecham sem perceber
o mundo fica pequeno, a alma lavada
minha mão dança sobre seu rosto
quase não estou presente
em êxtase !
procuro folêgo, procuro seu corpo
paro em seu pescoço
nas minhas mãos o suor frio
a pulsação do coração
como se fizesse algo proibido
sinto um calafrio
meu dedo contorna sua boca
chego a sentir seu beijo
em um estado de nirvana
como quem não quer nada
minha mão desliza sobre seu colo
o tecido fino sobre seus seios
macios !
incontrolavelmente chego em seu ventre
e o mundo todo para !
a eternidade de cada segundo
é vivida intensamente
escorregando para o paraíso
a mente já não sabia onde estava
o coração saltava
quase o sentia na boca
já não via, não ouvia, apenas sentia
e um suspiro seu quebra toda a corrente
hoje a noite vai ser quente..."

Headphones: Nirvana - About a Girl(unplugged)

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Meu Santo







No céu um pranto
Na caixa de pandora um pântano
Os meus cabelos são idéias expostas,
Raízes de toda uma cabeça composta
Os seus, lisos rios negros,escorre pelas costas
E as palavras caem dos cabelos até tocarem o chão
E você as pisa, assim como fez com o meu coração
Meu santo bebeu tanto
Agora deu-se a cair em pranto
largou da vida de santo.
Ainda bem que eu ainda tenho o meu canto
E no meu canto,
Assumo todos os riscos
Prefiro o suor do Diabo,ao Sangue de Cristo
Atravesso o lado negro da rua
Com o brilho do olhar da lua
Meu santo que era forte,eu vi enfraquecer
Quando ele soube que a minha morte é você
Meu santo bebeu tanto
Agora caiu em pranto
Largou dessa vida de santo
E hoje vive num canto
Ainda bem que eu tenho o meu manto
Você é o que você não parece
Cada um tem o santo que merece
Minha fé apodrece,em agonia
Meu santo empobrece das esmolas que até santo desconfia
Meu canto bebeu tanto
Que agora caiu o meu manto
Largou dessa vida de prantos
E hoje vive não vive nos cantos
Ainda bem que eu tenho o meu santo






Brenowski

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Tudo vale a pena quando a alma não é pequena




"Tudo vale a alma quando a pena não é pequena

Tudo vale a pequena quando alma não é pena

Tudo não é pena quando alma vale a pequena

Tudo quando não é pena, alma vale a pequena

Tudo a alma quando vale não é pena pequena

Tudo vale a pena quando é pela pequena..."

Beneh.

terça-feira, 17 de novembro de 2009

Dezessete






Dezessete
dez mais sete
desde às sete;
se tu tivesses a minha idade
saberia que o mundo se repete
daqui a um ano ou sete,
tudo continuará uma peste
você vive suas sete vidas e não percebe,
esquece,
que eu também ja tive dezessete


Brenowski

Melancolia criativa



Eu gosto dos momentos de melancolia
Daquela falta de razão que da agonia
Daquela falsa sensação de coisa perdida
Eu, adoro me aproveitar quando tenho uma recaída

É impressionante como eu me resolvo melhor
quando estou indisposto

É fascinante como reinvento o pior,
e sem fazer muito esforço

E isso, talvez freud explica.

A criatividade sai pelos poros
Pela boca, nos dedos, pêlos e olhos
e a sensibilidade aparece no auge,
tudo ganha vida, atinge um realce

O desespero assume o rumo
E a solução é escrever o fim

Logo, quanto maior for o luto
muito melhor para mim...

Alguns podem achar isso um absurdo.
Mas eu acho isso um luxo!

Na hora da dor, eu tiro proveito de tudo...

Brawlhó

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Você não sai de mim...




Na falta de inspiração é bom recorrer a quem te inspira



"Eu olho, você nada
Continua parada ali

Toda vez que eu te vejo
É como na primeira que eu vi

Mas eu chego e você parte
Eu Terra e você Marte
Aliás

Você ser carioca
Será que me provoca demais?

Quando você sorriu
Me repartiu em antes e depois
Hoje eu me rendo, Rio
Mil novecentos e trinta e dois

Eu desço e você salta
Só aqueço e já me falta o ar

Eu farol, você sinal
Eu doce, você de sal
Que par!

Você diz "tu", eu "você"
Você diz: "nu!", eu "por que? Nem vem..."

Você Zona Sul, ferver
E eu pensando se eu vou ser alguém

Quando você sorriu
Me repartiu em antes e depois
Hoje eu me rendo, Rio
Mil novecentos e trinta e dois

Você, tão linda
Leva ao fim da guerra da serra com o mar

Só esse teu olhar
Pra que eu me pegue alegre de me entregar

Aqui selva de pedra
Calor chamam de brega e hell

Aí verão eterno
Também chamam de inferno ou céu

Você pires, eu prato
Você joga e eu cato pra mim

Eu vergonha na cara
Você na Guanabara e fim

Quando você sorriu
Me repartiu em antes e depois
Hoje eu me rendo, Rio
Mil novecentos e trinta e dois

Você, tão linda
Leva ao fim da guerra da serra com o mar

Só esse teu olhar
Pra que eu me pegue alegre de me entregar" Pullovers

obs: a verdade é que não sei se quero te deixar para trás...

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Sem culpa





Eu nao posso fazer nada se o teu cheiro ainda me bate aqui;
Se a saudade ainda me faz sentir;
Se a sua ausencia ainda me faz mentir;
Se a sua graca ainda me traz aqui.

E ainda que se tente, seu numero nao me sai da memoria
sua vida ainda eh minha historia
Sua saida nao me traz mais vitoria
Sua boca agora traz divisoria.

Dificil, seria dizer de quem eh a culpa.

Mas eu tenho as minhas duvidas.

Dentro de casa, sinto que ela eh dali.
Na falta de espaco, na mae que nao cuida
no pai que se ausenta, nas brigas sem fim.
Nos livros da estante, de Nietzsche e de Kant...

E freud tambem ajuda!

Do lado de fora, na rua, sinto que ela eh dos outros
nos excessos de tudo, na falta de conteudo no rosto.
No prazer que se consome, na crenca que estraga o homem
Nos bares, no alcool, nas drogas, nas festas
No casamento sem fundamento, nas juras eternas...

As vezes, eu Sinto que a culpa eh de todos!

Mas nada eu posso afirmar com tanta certeza.

Somente uma coisa eu posso dizer com clareza.
E sem fazer vista grossa!

De que as Vezes, meu bem, nem sempre a culpa eh nossa...



Brawlho

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Mundo "Pros-Modernos"






Amai à todos os homens
como amamos à todas as mulheres
eu te escrevo um poema
com o máximo de 100 caracteres
crianças bebem o alcool,algum ácido "cool"
e eu,só conhecia o Grapete

Aflore o seu lado sensual
Afrouxe o seu lado "Sexual"
Pois a vergonha está nos Heteros
E ser marido ou mulher,
é questão de critérios
Ser um homem paixonado,
é questão de Pretéritos

No mundo "pros-modernos"
o clássico é só um velhaco estéril
eu digo que te amo em mono
mas você só ouve o meu silêncio em estereo

No mundo "pros-modernos"
até o Judas tem o seu próprio evangelho
e eu não a tenho em meus braços
pois mantenho aquele amor antigo,
que já morreu de velho




Brenowski

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Perfume









Tentei extrair toda a minha azedume
E dela fazer o mais belo perfume.
Buscar a essência de cada palavra falada,
O aroma de todo um pensamento,
Perfumando os nossos ouvidos.
Procurei a essência do amor
E nele senti o seu cheiro de Flor.
Agente conversa com os sentidos,
Meu tato toca na sua essência,
Enquanto eu sinto o cheiro do teu olhar
Tentando dizer,
O perfume do nosso prazer.




Brenowski

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Bloco do Eu Sozinho...



Pela madrugada,uma parte de quem está sempre comigo...no meu bloco do eu sozinho...

"Without you, I wanna stay with you"
Luisa Mandou Um Beijo

"E essa é a minha maldição
Seguir sozinho na multidão, com tantas incerteza
envenenando o coração
Se é cada qual na sua solidão eu tô na minha..."
Sigo sozinho com os fone no carro dos meus iguais
Olhando as faixas no asfalto eu penso o seguinte
Pra quem quer viver cem anos eu já tô bem triste com
vinte"
Emicida

"This town don't feel mine
Fast to get away
Far
It feels good to know you're all mine
So drive me
Far Away, Away, Away"
Deftones

"Eu só tentei te ajudar e te dar o que você não fez por merecer
e dessa vez, mais uma chance seria um grande erro a cometer
Logo você que andava por aí, pelos lugares mais sórdidos dessa cidade imunda"
Vivendo do Ócio

"f I was young, I'd flee this town
I'd bury my dreams underground
As did I, we drink to die, we drink tonight
Far from home, elephant gun
Let's take them down one by one
We'll lay it down, it's not been found, it's not around"
Beirut


"How can I decide what's right?
When you're clouding up my mind
Can't win your losing fight all the time
Not gonna ever own what's mine
When you're always taking sides
You wont take away my pride
No not this time
Not this time"

"You treat me just like another stranger
Well it's nice to meet you sir
I guess I'll go
I best be on my way out
Ignorance is your new best friend"
Paramore

"why oh why
why must she be so damn fine
then turn around and be so dumb
where the fuck this broad come from?"
Kid Cudi

"Pois é, não deu
Deixa assim como está sereno
Pois é de Deus
Tudo aquilo que não se pode ver
E ao amanhã a gente não diz
E ao coração que teima em bater
avisa que é de se entregar por viver"

"deixo tudo assim
nao me acanho em ver
vaidade em mim
eu digo o que condiz
eu gosto é do estrago"
Los Hermanos

"The boy with the thorn in his side,
behind the hatred there lies a murderous desire
for love...
How can they look into my eyes and still they don't believe me?
How can they hear me say those words - still they don't believe me?"

"Sweetness, sweetness I was only joking
When I said I'd like to smash every tooth
In your head"

"The sun shines out of our behinds
No, it's not like any other love
This one is different - because it's us
So, hand in glove I stake my claim
I'll fight to the last breath
If they dare touch a hair on your head
And I'll probably never see you again"

"And if a double-decker bus crashes into us
To die by your side, such a heavenly way to die
And if a ten-ton truck kills the both of us
To die by your side
Well the pleasure and the privilege is mine"
The Smiths

"I miss you
But I haven't met you yet
So special
But it hasn't happened yet
You are gorgeous
But I haven't met you yet
I remember
But it hasn't happened yet"
Björk

"I like you so much better when you're naked
I like me so much better when you're naked"
Ida Maria

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

O sorriso da Criança








O sorriso da criança me revela,
Que Deus existe,que a vida é bela.
O sorriso da criança me diz,
Que apesar de tudo,o mundo é feliz.
O sorriso da criança me traz leveza,
É simples,o amor em sua pureza.
Deus me deu um sinal,
Em forma de um belo sorriso angelical.
Eu não sentia mais a dor,
Lembrei de você,lembrei do amor
Falta-me a simplicidade,sem a cobrança,
De responder as dificuldades da vida,
Não com palavras e nem textos,
Mas sim com um sorriso de criança.

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Ué,eu?!

“Quem sou eu?”Agora já não tinha mais jeito.Eu precisava responder a esta pergunta.
Não sabia o que responder,momentos assim me constrange.Responderia o que então?fingia que não tinha entendido a pergunta ou dava qualquer resposta besta para descontrair o clima?
Fugia dela sempre que me aparecia,fugia como os políticos fogem das perguntas dos repórteres,como namorado foge das “Discussões de relacionamentos”:
- E então,quem sou eu?Eu sou o EU ou sou o MIM?
Suando frio,engoli de uma só vez o uísque que fervia no meu copo.
Meu superego travava uma briga feroz com o meu alterego pra saber quem responderia primeiro.Pensei:
“Bem,eu sei quem eu fui,e sei quem eu gostaria de ser....mas não sei quem sou”
Pronto eu já tinha meia resposta,agora só faltava o restante dela.Eu já tinha um passado e tinha esperanças num futuro,mas o meu presente não estava presente.Me lembro de todas as coisas que eu fui e que depois,no futuro,me tornei a ser.
- Eu sou então, tudo aquilo que eu fui com aquela vontade de vir a ser.Sou uma grande “mutação”
“Na vida nada se cria,tudo se transforma”.Esta ai.Eu me transformei em algo que não possui rótulos,”Uma metamorfose ambulante!”(gritou Raul seixas no radio numa tentativa de acabar com o meu sofrimento).
Eu sou tudo o que eu gosto,sou os meus prazeres,vontades,eu sou as minhas tentativas de me tornar um outro EU,e sou as falhas e os fracassos de não conseguir ser.Sou tudo aquilo que absorvo e observo do mundo,sou uma “Síntese de todo o planeta”.Na tentativa de ser quem eu sou,acabo vivendo quem sou eu...
EU sou eu e os outros.Reconheço-me em cada pessoa,amigo,personagens,um “Milk-shake de sentimento com cobertura de razão”.Sou barroco, mas um barroco concreto,um pos-modernista com pensamento de vanguarda,chanchada trepando com um intelectualismo.E é justamente nessa geléia geral onde eu me acho.Eu sou Brasileiro e brasileiro é tudo ao mesmo tempo(essa é a vantagem de ter sido colonizado por tantas nações).Sendo um pouco de tudo e muito do nada.
E foi assim que eu convenci a mim mesmo que nos dois somos um único EU.



Brenowski

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Frustrações








Relevem o meu erro de português visivelmente "escraxado"....ou seria "escrachado"...?

domingo, 13 de setembro de 2009

Sem deixar ela perceber,
Eu a saboreio com os olhos famintos de um legionário.
Mas mesmo assim fica na cara
Agente sabe quando está sendo devorado.

Brawlhó.

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Dor de Cabeça.




A minha cabeça anda cheia
Anda cheia de você
anda cheia de vazio
presa a peia do cio
Pesada!
Pregada!
A minha cabeça ainda peita por você

Não me concentro por um só momento
Já me desordeno num vil sofrimento
É raro!
saí caro!
E a cada dia mais peso, mais nada
a cada dia mais preço, mais cara
a cada dia mais preso, mais tara
a cada dia mais peço: me larga!

Brawlhó.

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

A VIDA !



"A vida como uma roda-viva vai e vem, girando sem precisar de alguém que a gire. Vida que não tem explicação, nem crédulo e nem razão. Vidas jogadas fora, desperdiçadas, vidas lembradas e repassadas, vidas erradas... Quase nunca vida certa... Talvez porque teria mais gosto a incerta. Vida quase divida. Vida sobrevivida, sobre vias, rodovias e avenidas. Vida em campos, nos desencantos, vida de maravilhas, vida de fantasias. A vida tem varias faces, fases e amores. A vida já vem escrita, basta ser lida e interpretada. Vida para ser jogada, como um jogo, vencer ou perder, vida roubada, maltratada. Vida amada, beijando e sendo beijada, vida namorada, abraçada e acalentada, vida decepcionada... Batida e apanhada, vida de lagrimas choradas, felizes ou tristes de tão chateadas... Vidas calejadas, de tão trabalhadas e esforçadas, vida da Lapa, cerveja gelada, conversa afiada, cigarro acesso, guimba jogada... Vida enrolada, distraída, vida dividida... Vida de Maria, Jose e João. Vida em São Sebastião de Janeiro, fevereiro e o resto do ano inteiro... Vida e dinheiro, duas coisas que não eram para ser combinadas direito...
Nessa vida somos apenas passageiros, desse bonde que passa ligeiro
Que as vezes nos deixa perdidos por inteiro
Vida sem vida, morte e vida Severina, vida e morte minha menina..." BENEH

terça-feira, 25 de agosto de 2009

Sacanagem Gramatical





Gosto de comer as palavr...
Todas elas!
Dizem que palavra velha,é quem faz metáfora boa
Por-isso-ponho-travessão-onde-não-deve
Me exíta ver algúns acentos,
mas só se for do gênero femenino!
e se estiverem com as frases limpas
Meu tesão mesmo,é na Língua Portuguesa
But i like the english language too
O Eu sempre fica atras de TU
Gosto de comer palavras ambíguas
arranco cada letras,deixando cada palavra cortad a
que são as suas roupas,deixando-as todas peladas
Por gostar de sacanagem,a minha tatica
é nunca ter um relacionamento serio com a gramática

Brenowski

domingo, 23 de agosto de 2009

Agora eu me calo






caio
me ralo
a hora é agora
um raio,
no talo não falo
na boca um calo
um bolo de caca
na hora um galo
agora é a hora
me calo na hora
agora eu me calo...

B1 Brenowski

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Meu Câncer






Sem a droga do amor,enxergamos o mundo tal qual ele realemente é:Uma Droga

terça-feira, 4 de agosto de 2009

Ze Ninguem




O rico e o pobre são duas pessoas
O soldado protege os dois
O operário trabalha pelos três
O cidadão paga pelos quatro
O vagabundo come pelos cinco
O advogado rouba os seis
O juiz condena os sete
O médico mata os oito
O coveiro enterra os nove
E o diabo leva os dez
Mas a mulher, a mulher engana os onze
- Nelson Rodrigues

Brenowski

sábado, 1 de agosto de 2009

Zé Ninguém




"É melhor ser pessimista do que otimista. O pessimista fica feliz quando acerta e quando erra."
- Millôr Fernandes



Breno "B1"

sexta-feira, 31 de julho de 2009




"Quando acabou, perdi todas as esperanças
o sol já não brilhava mais, os dias eram frios e escuros
Apenas a lua me consolava, o silêncio da madrugada e
o som do vento que ecoava me castigava,
me puxava cada vez mais para baixo
sem esperanças, sem motivos, já não valia mais nada...
tudo se passava pela minha cabeça,
fazer algo que faça a adrenalina correr novamente
como um viciado, estou desesperado !
Só não enlouqueço por ironia do destino...
O mundo está perdendo o sentido, ainda não sei o que faço aqui.
Ainda não sei quem eu sou e muito menos para onde devo ir
eu não me encaixo em nada e cada vez fico mais perdido
sentimentos confudem pensamentos, e com isso fico mais instintivo.
A raiva se mistura com a decepção, com a perda, com a solidão.
Quero socar, quero gritar, preciso chorar.
E mesmo depois disso, o gosto desse sentimento inominavel
ainda está em minha boca e nesse instante
sou capaz de tudo e sei que quase não sou humano..." Beneh.

video

The Unnamed Feelings - Tradução

"Já senti isso
já senti isso
já senti isso
já senti isso
já senti isso e não vou dizer que gostei
devo começar a escrever tudo isso?
deixe-me plugá-la no meu mundo
Você pode me ajudar a deixar de ser louco?
batize isso para mim
esquente o ar frio
tire a frieza da minha vida
se eu podesse eu reviraria os olhos
para olhar por dentro e ver o que está por vir
ele ganha vida
ele ganha vida
ele ganha vida
eu morro e um pouco mais
ele ganha vida
ele ganha vida
ele ganha vida a cada momento aqui
eu morro e um pouco mais
eu morro,eu morro e um pouco mais
Aí o sentimento inominável
ganha vida
e o sentimento inominável
me leve embora
já senti isso
já senti isso
já senti isso
estou agitado em seus braços carinhosos
não consigo dormir neste mundo sujo
encontrei a segurança nessa solidão
mas eu não agünto mais
eu juro que não quero morrer
engulo o mal
navego pelo céu
me perco num ambiente lotado
seu tolo,seu tolo ele vai chegar logo
ele ganha vida
ele ganha vida
ele ganha vida
eu morro e um pouco mais
ele ganha vida
ele ganha vida
ele ganha vida a cada momento aqui
eu morro e um pouco mais
eu morro,eu morro e um pouco mais
Aí o sentimento inominável
ganha vida
e o sentimento inominável
me trata assim
e eu espero o trem
com os dedos nos trilhos
ai o sentimento inominável
me leva embora,me leva
e o sentimento inominável
ganha vida
e o sentimento inominável
me leva embora (2x)
dê o fora daqui
eu só quero fugir de mim mesmo
fico irritado,olho fixo,fico magoado,odeio
eu odeio tudo
porque?porque?porque eu?
não consigo dormir com a cabeça assim
eu quero chorar eu quero gritar
fico irritado,olho fixo,fico magoado,odeio
eu quero odeiar tudo
ai o sentimento inominável
ganha vida
e o sentimento inominável
me trata assim
e eu espero o trem
com os dedos nos trilhos
e o sentimento inominável
me leva embora(2x)
sentimento me leva embora." (tradução do site vagalume.)

postado por: Beneh

quinta-feira, 23 de julho de 2009

Mudando em Mudanças

Estou mudando.Essa frase possui diversos significados,um deles, é que eu estou mudando de residência.Ela ainda continua bem perto da antiga casa,porem,tao longe de minhas historias.
Ainda estou morando com toda a minha família ,e isso é apenas mais um retrato de que eu ainda continuo sendo o velho Breno de sempre. Morávamos num apartamento em um prediozinho de apenas 4 andares,nos já estávamos morando La faziam 10 anos e agora iríamos para uma casa RELATIVAMENTE maior em uma vila.Do que adianta mudarmos se ainda continuávamos na mesma rua,vendo as mesmas pessoas de antes,vendo os mesmos carros e ouvindo os mesmos sons.Se é para mudarmos,que nos mudemos direito.
Em uma noite cheguei do trabalho e entrei naquela velha casa afim de pegar as minhas ultimas tralhas que La permaneciam,sem saber que meu irmão já havia levado as únicas,ultimas coisas da casa,ao entrar na velha casa,me deparei com uma casa nova,talvez uma casa velha,agora tão nova ao meu olhar.A casa,assim como eu,estava completamente vazia e sem luz. Tive vontade de me despedir dela. Na verdade eu odeio clima de despedidas. Toda despedida te da a idéia de que nunca mais veremos aquela coisa,nunca mais seremos os mesmos,a idéia do ACABOU,acaba comigo. Mas mesmo assim, eu precisava me despedir dela.
Em cada cômodo da casa,eu reconhecia cada cantinho que ali me abrigou,me acolheu e que agora estava triste,nua,solitária,sem vida.Então corri para o banheiro para fumar um cigarro.Ali,bem naquela janela,como o fiz pela primeira vez escondido da minha mãe,e que depois adquiri o habito de todas as noites fumar antes de dormir.Fumava ali no escuro da noite sob a luz da lua pela janela que passava,refletia sobre o dia que passou.De repente os velhos fantasmas do passado reapareceram.Lembrei-me da primeira vez que entrei naquela casa,toda aquela euforia,tudo era novidade,sairia da casa de minha avo,na qual morava na época,para ir morar com a minha mãe.Me lembrei de todas as minhas primeiras noites de sono bem dormidas e das ultimas mal dormidas,lembrei-me de todos os meus desejos,sonhos,aspirações,visões,angustias,tristeza...Lembrei de todos os Brenos que ali ficaram,em cada cantinho daquela casa,eu enxergava um Breno diferente em tempos diferentes.Vi um Breno deitado na cama sonhando acordado,um Breno voltando da escola numa sexta-feira,um Breno jogando vide-game com os amigos,um Breno ouvindo musica,um outro chorando ao ouvir aquela musica,um que chorava escondido no banheiro para que ninguém o visse.Aquele Breno medroso quando mudou de escola,mudou de amigo,o que treinava basket no quarto,aquele Breno no quarto com a menina que gostava da escola,os dois ali deitados na cama,conversando sobre o nada;vi um Breno olhando pela a janela,observando o céu através daquele retângulo,com as mesmas posições das arvores da lua,dos prédios.Fiquei com medo de não conseguir olhar para o céu com aquelas mesmas posições,formas,de nunca mais conseguir achar as posições exatas.Ainda via os Brenos por toda parte da casa,aquela velha casa ainda possuía as minhas pegadas marcadas no piso,as minhas lagrimas escorridas nas paredes,o meu suor,as minhas mãos,as minhas formas,minhas raízes cravadas no chão;minhas lembranças,idéias...
Terminei de fumar e como de costume,lavei minhas mãos e o rosto na pia.Olhei para o velho espelho escuro e vi um Breno novo cercado por outros Brenos velhos,todos eles me encaravam,com aquela velha cara de quem não gostava de despedidas,que olhava para aquele espelho acreditando um dia mudar. Eu me despedi e me dei forças.
Fechei a porta de casa tentando gravar aquela ultima imagem vazia e escura mas com um passado cheio de luz.Ouvi o ultimo bater da porta,fui caminhando pela velha rua,sob a luz da lua nova,afim de chegar na minha nova casa e plantar novos Brenos por todo lugar,como num filme velho de cinema novo.
Brenowisk

terça-feira, 9 de junho de 2009

Tirando o pó !

Eu ainda tenho a disposição do camarada Yce ! hehehe
Voltando a postar rapidamente só pra tirar o pó mesmo...depois eu faço uma faxina melhor !

O camarada(Yce) citado acima é o grande culpado da overdose Medulla ! Pra quem não conhece é uma banda do Rio de Janeiro(ATÉ QUE ENFIM!) que tomou notoriedade após vencer o Abril pro Rock de 2006. Banda essa formada por duas figurinhas bem peculiares, os gemeos Keops e Raoni. Os rapazes começaram a tocar em bandinhas feitas em recreios escolares e em 2005 os "front men" da banda, na epoca com 17 primaveras, lançaram pela Sony O Fim da Trégua, com a produça de Peu Sousa(ex Pitty, atual Nove Mil Anjos) e Alexandre Basa(Instituto e Turbo Trio). Quem os conhece já sabe o que te espera no cd ! Hehehehe

E não teria outro nome para o disco se não esse. Os rapazes que no começo da carreira eram comparados a banda como O Rappa chegaram abalando, abalando tudo ! Fizeram uma turne com a banda O Rappa e não se incomodam nem um pouco com a comparação.
Com músicas "poeticamente politizadas" e letras dignas de letristas de outros tempos...dos tempos que músicos eram artistas, faziam verdadeiras obras de arte... fica o meu destaque desse cd para "Munição na Mamadeira" onde eles falam dos prematuros "Sujeitos Homem" ! Quem é da pista sabem do que quero dizer...hehehehe

a banda possui um cd, O Fim da Trégua, lançado pela Sony e BMG 2005, e dois compactos: Akira, lançado em 2008 e o Talking Machine lançado agora em 2009 e com uma velha novidade ! Os caras lançaram o segundo compacto em fita K7. Ainda não descobri nem li o por que, mas sendo uma iniciativa da Medulla com certeza foi uma causa nobre ! Hehehehe
Destaque para as músicas "Prematuro Parto Forceps" do Akira e "O Novo" do Talking Machine.

Os kras tem comunidades no Orkut e um profile da banda tambem, é só procurar por banda Medulla ou Medulla Rock. Já saíram na MTV com um mini doc. e até a Rolling Stone já fez uma pequena matéria sobre eles, entre outros meios de comunicação.

Matéria na Rolling Stone: http://www.rollingstone.com.br/edicoes/25/textos/3493
MySpace: http://www.myspace.com/medullarock
TramaVirtual: http://tramavirtual.uol.com.br/artista.jsp?id=39209
ConexãoVIVO: http://medulla.conexaovivo.com.br/

Os sites do MySpace e da Trama tem todas as músicas disponiblizadas para download

Fica dica para as pessoas que realmente sabem o significado da palavra música !

Obs: escutar Medulla vicia ! Escutem sem moderação !

Clipe de O Novo - http://www.youtube.com/watch?v=xDh51gKdmwg

Clipe Prematuro Parto Forceps - http://www.youtube.com/watch?v=Eh-1PvIQzlc&feature=related&pos=0

Clipe de Munição na Mamadeira - http://www.youtube.com/watch?v=-2G4_nVoy6E&feature=related&pos=2

E um clipe deles em casa falando um pouco sobre a banda - http://www.youtube.com/watch?v=sOjHIiWthAo&feature=related&pos=4

sexta-feira, 24 de abril de 2009

Chegamos ao fim...


Esse post é pra você, não sei se vai ler...como pode acontecer ?! Onde fomos parar ?! Lembro de ontem quando começamos nos falar, foi tudo tão rapido...como aquela bebedeira mais gostosa hoje o gosto da ressaca...estou tão diferente depois de você...e você sabe que é especial pra mim...ficará pra sempre marcada em mim...uma das poucas pessoas eternas em mim...seria clichê demais agradecer os momentos, todos os momentos...agora como um feto que acaba de nascer uma nova vida nos espera e quem sabe nos esbarramos por essas ruas da vida....

私はあなたの赤ちゃんの愛

終わり

Obs: o google tem um tradutor ótimo ! hehehehe

quarta-feira, 22 de abril de 2009

Deixa pra próxima...

Tá, cá estou eu. Num Pensamentório. Um lugar criado totalmente para funcionar como um Auditório para pensamentos(Auditório?! Será que aqui alguém vai ouvi-los?!). Ótimo, agora só falta eu instalar um pensamento aqui, fechar essa janela e esperar que ele seja "ouvido"! Tá. Mas e agora? Que pensamento colocar?
Demorei uma eternidade para resolver aparecer por aqui, e quando apareço me falta a bagagem principal: o pensamento. Merda! O que é que eu vim fazer aqui então ?! Não me adiantou de nada vir até um pensamentório! Antes tivesse ido com meus irmãos para o teatro! Seria bem mais produtivo!
É. Terei que voltar aqui outro dia. Concerteza.


postado por B-2

segunda-feira, 20 de abril de 2009

Quatro Irmãos !


Fui dormir 4 e pouca da manha e acabo de acordar, para ser mais preciso acordei as 07:56 da manha. Acordado por um pesadelo, cheio de símbologia, parecia um filme onde um diretor de fotografia dava as pistas o que era simbologia e o que estava lá apenas para preencher o cenário.

Só não gostei do final que o roteirista e o diretor fizeram...não vou contar o sonho só que nele eu perdia um dos meus irmãos(tenho 3) e não é por ter muitos que o carinho é pouco. Percebi o quanto meu subconsciente não esta preparado para uma perda tão valiosa quanto a de um irmão. Meus irmãos e eu temos uma ligação especial...parece "clichê" mas é verdade, não conheço outros irmãos tão sintonizados como nós 4.

Tudo bem que os gemeos tem uma conexão do alem, se conhecem antes mesmo de se conhecerem e tal...aí rola os mitos, etc. Mas somos unidos, sabe aquela tipica familia latina, com laços e culturas familiares fortes ? Pois é, aqui em casa levamos ao pé da letra, somos muito unidos ! Até por que o tanto que escutamos desde pequeno, da avó, da mãe, da bisa, do pai, para sermos não poderia ser diferente, na verdade até poderia mas isso não vem ao caso.

O lance é que acordar mega nervoso ao ponto que a minha primeira reação foi uma ação conjunta ! Acordei e levantei por milesimos de segundos de diferença ! E liguei para o mesmo, ele meio sem jeito, não está acostumado com o irmão ligando as 08:00 da matina para perguntar se "está tudo bem".

Mas percebi, talvez esteja até errado, mas percebi ou descobri que até poderia, enterrar um outro familia(pai, mãe, avó) (afirmação essa feita sob base de que já tive outros onde outros familiares morreram) mas não estou para enterrar um irmão. Uma vez eu acho que minha avó disse, ao ver uma noticia no jornal que não estava certo uma mãe, um pai, uma avó, enterrar o filho, neto, etc.

E de certo é a verdade, não esperamos que alguem mais novo morra antes de nós, não é a lei da vida ! Você nasce, cresce, se reproduz, envelhece e morre. Mas essa regrinha basica que aprendemos quando criança já não existe faz tempo ! E eu acho que foi por isso o meu nervosismo, não está certo eu ter que enterrar meu irmão, eu sou mais velho ! Eu vou na frente !

Eu procurei no Wikipedia o siginificado da palavra "irmão" que decepção... meia dúzia de palavras dizendo que irmão é o filho da sua mãe e do seu pai que não é você, um amigo muito querido e alguem de mesma igreja ou religião. Isso pode até ser verdade, meus irmãos se encaixam nas 3 definições, mas existe uma outra que não teria melhor: Minha(s) Alma Gemeas !
obs: dedico esse post a todos os meus irmãos e irmãs espalhados pelo mundo e principalmente: B1, B-2 e Netinho. Amo vocês camaradas e VÊ SE NÃO MORRE ANTES DE MIM PORRA ! hehehe

obs2: a foto acima é de um filme que mostra bem o que significado de um familia latina e americana. É um filme "meio" bobo não é nenhum clássico tipo "ET". mas vale a pena assistir, eu gostei !

terça-feira, 14 de abril de 2009

Teste Nerd...

Estava fazendo a ronda pelos blogspots de meu agrado e admiração quando me deparo com um teste ! Sabe que aqueles de psicologia básica que com algumas palavras chave define algo de sua personalidade ! Mesmo sabendo que é um "truque barato" gosto de saber de fazer essas consultas ! hehehehe
a minha música veio "Deixa Estar" e não poderia ser música melhor...sou suspeito pra falar de Los Hermanos, afinal tenho aquele box com tudo que você possa imaginar dos Los Hermanos, demos, ao vivo, cds, tem até a primeira versão do Ventura, maneirissimo ! Bom a música é maravilhosa, bem inconstante, do mesmo jeito que venho me sentindo e acredito ser algo da minha personalidade...vou deixar por aqui a letra e o link do "Youtubiu" !

"Estamos juntos na distancia, discrepancia do destino ?!"

blog do camarada onde encontrei o teste, é nozes mano Yce ! http://lhaveograne.blogspot.com/





Que música do los hermanos é você?
Trazido a você por Soul Fire



DEIXE ESTAR
http://www.youtube.com/watch?v=1ziYtafksjk

"Ligue, ligue, ligue, ligue, ligue para mim!
Diga, diga, diga, diga, diga que me ama que eu não vou mais implorar.
Se quer saber, deixa estar.
Digo que não ligo mas não vivo sem você.
Eu falo não me calo.
Tiro sarro só pra ver se eu consigo despertar o seu amor.
Deixa estar.

Eu sei que na verdade eu não consigo entender o nosso amor.
Que teu silêncio fala alto no meu peito
e que nós dois estamos juntos na distância.
Discrepância do destino!

Ziguezagueando zonzo de te procurar,
Eu tranco no meu pranto canto alto de euforia que eu queria te cantar.
Guardo pra mim. Deixa estar. Sei que fez um mês entre vocês, de união.
Pouco, muito pouco, quase nada ... Nesta estrada você esta na contramão.
E a solidão, deixa estar.

Vocês vão aprender que nesta vida não se pode mais errar.
Vão descobrir que entre as estrelas e o chão existe o mar.
E aí então a euforia, um belo dia, vai passar e cairá sobre seu mundo,
num segundo, a traição. Deixa estar" Marcelo "Campelo"

Nos falantes: Incubus - Make Yourself

terça-feira, 7 de abril de 2009

Musicalidades...


segundo o site Wikipedia:

John William Coltrane (kōl'trān) - (Hamlet, Carolina do Norte, 23 de setembro de 1926Long Island, Nova Iorque, 17 de julho de 1967) foi um saxofonista e compositor de jazz norte-americano, habitualmente considerado pela crítica especializada como o maior sax tenor do jazz e um dos maiores jazzistas e compositores deste gênero de todos os tempos. Sua influência no mundo da música ultrapassa os limites do jazz, indo desde o rock até a música erudita.

Atuou principalmente durante as décadas de 1950 e 1960. Embora tocasse antes de 1955, seus principais anos foram entre 1955 e 1967, durante os quais reformulou o jazz e influenciou gerações de outros músicos. As gravações de Coltrane foram prolíficas: ele lançou cerca de 50 gravações como líder nestes doze anos, e apareceu em outras tantas lideradas por outro músicos. Através de sua carreira, a música de Coltrane foi tomando progressivamente uma dimensão espiritual que iria consagrar seu legado musical.

Junto com os saxofonistas tenores Coleman Hawkins, Lester Young e Sonny Rollins, Coltrane mudou as perspectivas de seu instrumento. Coltrane recebeu uma citação especial do Prêmio Pulitzer em 2007,[1] por sua "perita improvisação, musicalismo supremo e um dos ícones centrais na história do jazz."


Edward Kennedy "Duke" Ellington (Washington, 29 de Abril de 1899Nova Iorque, 24 de Maio de 1974) foi um compositor de jazz, pianista e líder de orquestra estadunidense eternizado com a alcunha de "The Duke" e distinguido com a Presidential Medal of Freedom (condecoração americana) em 1969 e com a Legião de Honra (condecoração francesa) em 1973, sendo ambas as distinções as mais elevadas que um civil pode receber. Foi ainda o primeiro músico de jazz a entrar para a Academia Real de Música de Estocolmo, e foi honoris causa nas mais importantes universidades do mundo.

A música de Duke Ellington foi uma das maiores influências no jazz desde a década de 1920 até à de 1960. Ainda hoje suas obras têm influência apreciável e é, por isso, considerado o maior compositor de jazz americano de todos os tempos. Entre os seus muitos êxitos encontram-se "Take the A Train" (letra e música por Billy Strayhorn), "Satin Doll", "Rockin' in Rhythm", "Mood Indigo", "Caravan", "Sophisticated Lady", e "It Don't Mean a Thing (If It Ain't Got that Swing)". Durante os anos 20 e 30, Ellington partilhava frequentemente seus créditos de compositor com seu manager Irving Mills, até que no final dos anos 30 desentenderam-se. Billy Strayhorn passou a ser o colaborador de Ellington (nem sempre creditado como tal) desde 1940 até à sua morte nos anos 70.

Ellington tinha a preocupação de adaptar as suas composições de acordo com o talento dos músicos que compunham a sua orquestra, entre eles estiveram Johnny Hodges, Bubber Miley, Joe "Tricky Sam" Nanton, Barney Bigard, Ben Webster, Harry Carney, Sonny Greer, Otto Hardwick, e Wellman Braud. Muitos músicos permaneceram ao lado de Ellington durante décadas.


Nesse musicalidades de hoje esses dois monstros da musica juntos em 1 cd... faz o seguinte: Pega o alcool(destilado, tridestilado, fermentado e semelhantes...) pega o cigarro, charuto e semelhantes e som na caixa rapaziada...ATENÇÃO ! Apenas para quem realmente sabe o que a palavra música significa...bom som...

http://www.4shared.com/file/57676811/fda08221/John_Coltrane__Duke_Ellington_---1962---.html?s=1

segunda-feira, 6 de abril de 2009

Overdose de um jovem no mundo pós-moderno


"Quem somos nós, o que somos nós, o que queremos, o que fazemos, o que planejamos, o que sonhamos, o que construimos, o que destruimos, o que nos lembramos, o que esquecemos, hipocresia, conformismo, pessimismo, valores ortodoxos, valores pós-modernos, leitura, conhecimento, futilidade, inutilidade, otimismo, esperança, valores, politicos, violência, desejo, amores, felicidades, maconha, alcool, cigarro, arrependimento, desespero, vontades, olhares, caricias, estimulos, informações, excessos, ansiedade, consumo, desmaio e durmo..."